Blog

5 dicas para melhorar o posicionamento do seu site no Google

seo

Para gerar visibilidade para um site corporativo é preciso adotar práticas como o SEO (Search Engine Optimization), permitindo o posicionamento entre os primeiros lugares nos buscadores da internet conforme a qualidade do conteúdo e algumas diretrizes dessas plataformas.

Para estar entre os primeiros sites dispostos pelo Google, é preciso compreender que é necessário aplicar fórmulas que estimulem os algoritmos. Isso também ajuda a melhorar a experiência dos usuários, qualificando a experiência e a rankeabilidade.

Nos primórdios da internet, lá pelos idos dos anos 1990, já final do século XX, o e-commerce foi introduzido de forma tímida, com a venda de CD’s, livros e DVD’s como uma primeira tentativa de comercialização eletrônica.

Para atrair os leads e aumentar o tráfego das lojas virtuais, as palavras-chave passaram a determinar o posicionamento dos sites, e então novas técnicas foram integradas nos anos seguintes.

A partir do século XXI, com a ampliação do uso da internet e o acesso a novas tecnologias, as empresas que trabalham no ramo do e-commerce passaram a implementar outras técnicas, entre as quais:

  • Autoridade;
  • Backlinks;
  • Relevância;
  • Web design responsivo.

Percebeu-se que a experiência do internauta é relevante, e a própria ferramenta Google percebeu que é preciso encantar os usuários para que a navegação possa ser fluida, rápida e eficiente, conferindo ainda mais qualidade aos materiais publicados.

A seguir serão apresentadas 5 dicas que podem ajudar a melhorar o posicionamento do seu site dentro do buscador mais utilizado em todo o mundo, conforme as diretrizes do SEO  e experiência do usuário.

  1. Saiba sobre o assunto que está sendo tratado

A primeira técnica serve muito bem para a dica número um. Seja autoridade sobre um assunto, até mesmo como referência para outros sites e mesmo os concorrentes.

Dessa forma, é preciso investir em Marketing de Conteúdo apresentando textos que sejam atraentes aos usuários que estão navegando pelo site.

Artigos assinados por profissionais de áreas específicas impõe credibilidade e, consequentemente, a autoridade.

Além disso, podem ser apresentados dados científicos, desde que sejam acessíveis para pessoas leigas, assim como vídeos informativos com uma pegada despojada. 

Os podcasts estão cada vez mais sendo uma forma das pessoas se informarem durante o trânsito, por exemplo.

Portanto, é preciso saber o que se está falando e para quem, para que mais pessoas possam compartilhar os materiais dispostos. Isso ajuda muito no marketing digital.

  1. Utilize ferramentas associativas como atração

A prática de SEO está relacionada à campanha de Marketing e todas as ferramentas que são aplicadas, de forma física ou digital ao longo do processo de divulgação de uma marca, de produtos ou de serviços oferecidos ao mercado consumidor.

É preciso conhecer o público-alvo, que pode ser relacionado às palavras-chave empregadas de forma inteligente dentro dos conteúdos produzidos ao longo da campanha.

Dessa forma, internautas serão segmentados de acordo com a busca implementada no site do Google, concentrando as informações de forma direcionada e inclusiva.

  1. Marque presença nas redes sociais de forma ativa

As empresas precisam ir onde os internautas estão, e isso é um fato. Não é possível ignorar milhões de pessoas que estão presentes nas mais diferentes redes sociais.

O investimento em propaganda para o buscador dessas plataformas digitais pode ser uma solução para angariar mais leads e direcionar para os sites e lojas virtuais. 

Entretanto, é preciso conhecer, como na dica anterior, o público-alvo que precisa receber a propaganda. 

O custo empregado em um post patrocinado no Twitter Ads pode levar leads diferenciados de outras redes sociais, centradas em fotos e imagens, por exemplo, mas deve ser pensado e programado para seu público, de modo que o investimento seja otimizado e com bons resultados.

De qualquer forma, é preciso marcar presença nas redes sociais, pois a interação entre empresas e consumidores é algo que humaniza e aproxima, servindo como fidelização e no encantamento, como podemos ver na dica seguinte.

  1. Reforce a conversão de leads na jornada de compra

A estratégia proposta pelo Inbound Marketing é atrair os internautas, fazer a conversão de lead para cliente até a conclusão da compra, e aproveitar o encantamento para a divulgação e aumento junto ao algoritmo empregado pelo Google.

Isso pode ser feito a partir de uma integração entre os conteúdos oferecidos pela empresa, o SEO utilizado para a atração e as palavras-chave relacionadas. 

O próprio rich snippets podem ser destacados de forma orgânica sob os anúncios dentro da página do Google. Assim a relevância é maior, ajudando na hora de decidir pelo click do internauta.

  1. Atenção para o uso da inteligência artificial 

Por fim, vale lembrar que a inteligência artificial é uma ferramenta que tem sido aplicada por meio dos algoritmos presentes no site de buscas da Google. 

São milhões de análises realizadas em segundos e, sendo assim, é preciso empregar a prática de SEO de forma coerente.

Assim, vai elevar a categoria do site a um outro nível, seja de forma orgânica, ou com o incentivo de anúncios pagos, que também são válidos e podem ser observados conforme o aumento na visitação das páginas corporativas.

pwa

Você sabe o que é PWA? Entenda.

A praticidade dos sistemas móveis tem transformado os costumes e o modo de pensar dos indivíduos. Na cultura virtual,  o tamanho do percurso precisa ser

×